CONFISSÃO DE FÉ

Provamos que é possível ter envolvimento íntimo com as pautas e os movimentos da cidade e ainda assim guardar a nossa fé e as verdades centrais do Cristianismo. 

 

Acreditamos no senhorio de Cristo, como único mediador entre Deus e os homens, capaz de nos redimir e nos livrar da culpa do pecado. Reconhecemos a Bíblia como Palavra de Deus, com toda autoridade em matéria de fé e vida. Temos um criador a adorar, um Senhor a proclamar e um Espírito a obedecer.

 

A.

A existência de um só Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, Um em essência e Trino em pessoa; Gn 1.26, Is 6.8, Mt  28.19, 2 Co 13.14, I Co 8:4,6. 1 Jo 1:1 e 2; 1 Jo 10:30

B.

A soberania de Deus na Criação, Revelação, Redenção e Juízo Final;
Criação: Gn 1.1 e Sl 96.5
Revelação: Rm 1.20 e Êx 3.14
Redenção: Cl 1.13, 14 e Rm 3.24
Juízo final: Mt 16.27 e Ec 12.14

C.

A inspiração divina, veracidade e integridade da Bíblia, tal como revelada originalmente, e sua suprema autoridade em matéria de fé e conduta;

A mensagem da Bíblia destina-se a toda humanidade, pois a revelação de Deus em Cristo na Escritura é imutável. Através dela o Espírito Santo fala ainda hoje. Ele ilumina as mentes do povo de Deus em toda cultura, de modo a perceberem a Sua verdade, de maneira sempre nova, com os próprios olhos. E assim revela a toda igreja uma porção cada vez maior da multiforme sabedoria de Deus.” (Pacto de Lausanne)

 

Inspiração: II Sm 23:2, II Pe 1:20, II Pe 3:16, II Tm 3:15-17
Credibilidade e Integridade: II Tm 3:16, Sl 119
Autoridade: Jo 4:26, 15:26 e 27, 16:13 e 14, II Pe 1:20, 21

D.

A pecaminosidade universal e culpabilidade de toda a humanidade, desde a queda de Adão, pondo-nos sob a ira e condenação de Deus;

Não significa que todos os homens façam o mal no mesmo grau, mas pressupõe que todas as faculdades do homem estão afetadas pelo pecado.

A Queda em Adão: Gn 3, Rm 5:12, 14, 17-19
Pecaminosidade Universal: Rm 3.23, Rm 5.12, 1 Jo 1:8, 10, Ef 2:1-3
A Culpa do Homem e a Ira de Deus: Rm 1:18-32, Rm 2: 5-8.

E.

A redenção da culpa, pena, domínio e corrupção do pecado, somente por meio da morte expiatória do Senhor Jesus Cristo, o Filho encarnado de Deus, nosso representante e substituto; Rm 3.24, Ef 1.7, Cl 1.13-14, Jo 1.29.

F.

A ressurreição corporal do Senhor Jesus Cristo e sua ascensão à direita de Deus Pai;

 

Ressureição: Rm 1.4, At 2.31.
Ascensão: Hb 9.24, Mc 16.19.

G.

A missão pessoal do Espírito Santo no arrependimento, na regeneração e na santificação dos cristãos; Gl 5.16, Jo 14. 26, Jo 16.7-11, Rm 8. 15, 16

H.

A justificação do pecador somente pela graça de Deus, por meio da fé em Jesus Cristo; Ef 2.8-9, Rm 8.33-34

 

I.

A intercessão de Jesus Cristo, como único mediador entre Deus e a humanidade;

 

Mediação: I Tm 2.5
Intercessão: Hb 7.25 e Hb 9.24, 1 Jo 2.1

J.

A única Igreja, Santa e Universal, é o Corpo de Cristo, à qual todos os cristãos verdadeiros pertencem; Em última análise, só Deus conhece os que lhe pertencem e, consequentemente, quem pertence à Sua igreja.

 

É Unida: At 4.32 e Fp 2.2
É Evangelizadora: Mt 28.18-20, At 1.8
É Edificadora: Ef 4.12
É Transformadora: Tg 1.27

 

K.

A certeza da segunda vinda do Senhor Jesus Cristo em corpo glorificado e a consumação do Seu Reino naquela manifestação; Tg 5.8, II Pe 3.8-10, Ap 21.3-4.

 

L.

A ressurreição dos mortos, a vida eterna dos salvos e a condenação aos injustos. 1Co 15, Ap 20.12

FALE CONOSCO

Endereço para correspondências:
Rua Martim Ferreira de Carvalho, 334
Bairro Sarandi - Porto Alegre, RS
CEP 91140-340

©2019 - ABRIGO Coletivo de Educação e Assistência Social